quinta-feira, 2 de agosto de 2007

A grande família


Esta é uma postagem doméstica, da turma que mora aqui comigo, uma família que teve sua origem há quase três anos com a chegada da Luna (mais ao fundo na foto), presente dos amigos Marcus, Cila e Helena. Um belo presente. Há pouco mais de um ano, achei que ela andava meio sozinha demais, eu viajava e ela ficava aqui só. Nesta época havia dois gatos na casa, mas a interação sempre foi meio tensa (até que este ano eles foram encaminhados a novos donos...).

Pois bem, em maio de 2006, entrei numa petshop bem fuleirazinha, onde me disseram que havia filhotes de pastor. Numa gaiolinha lá estava um casal de irmãos. Fiquei com o macho, numa loteria total: não sabia se era pastor mesmo, não conhecia os pais, que natureza tinham (pois cachorros tem naturezas diversas: bravos, desconfiados, dóceis etc). Alecrim veio pra cá com pouco mais de um mês. Luna e eu o criamos, e ela foi exemplar (como sempre). Ele adoeceu, foi internado, depois voltou pra casa; as orelhas demoraram séculos para levantar e eu no meu íntimo começava a achar que estava diante de um vira-lata simpático e disfarçado. Mas, vejam, Alecrim virou um pastorzão, imenso, amoroso e divertido.

Em fevereiro deste ano, Luna já no quarto cio "virgenzinha da silva", todos diziam: "não vai rolar, Alecrim é muito novo, nem um ano, sem chance de rolar uma ninhada". Pois bem, nasceram sete filhotes, três machos e quatro fêmeas. Todos foram encaminhados... mas um voltou: é o Urso, o menorzinho da foto. Acabou ficando, foi ficando. Chegou num momento singular, e de repente estava tão integrado que sua saída seria sentida por todos nós.

Luna, Alecrim e Urso - a grande família aqui de casa. Brincam, brigam, bricam, brigam - e assim vamos levando. Sim, porque eu integro a trupe, alimentando-a, trocando a água, afagando-os e sendo afagada, dando broncas, separando brigas. Para os indecisos, recomendo, é uma convivência estimulante, cheia de desafios e novidades, e muito afeto.

3 comentários:

Aleta Dreves disse...

Cadê o meu filhotinhooooooooooooo buáááá!

Ramene disse...

Parabéns vovó!!!

Que bom saber que a Luna agora é mãe!! Como o tempo passa rápido!

Por falar em filhotes, a minha filhota está aí pelo Acre com o pai; quem sabe vcs não se encontram...

Beijos querida amiga

Ra

Evandro Ferreira disse...

Mariana,
Recentemente perdemos o "Bola" um pastor muito bonito, com quase sete anos...foi uma perda irreparável.

Você poderia me prometer um dos filhotes da Luna? Vai ser muito bem cuidado. Tenho espaço de sobra em casa e sinto falta de um pastor para alegrar e pastorar as coisas por aqui.

Evandro
evandroferreira@hotmail.com