domingo, 8 de março de 2009

Língua

Os escritos acima são de Guimarães Rosa, estão no "Grande Sertão. Veredas". Estas e outras pérolas do nosso português escrito, falado, cantado, vivido, enfim, estão no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo - imperdível!

3 comentários:

Dedé Almeida disse...

Conheci o Museu e fiquei encantada. Nunca tinha ido em nenhum tão interativo e ao mesmo tempo tão instrutivo. Querida amiga, seja bem vinda em casa!!

Picaretas da Távola Redonda disse...

Olha só...eu jurava que era uma exposição. Não sabia que era um museu não. Indo a São Paulo dou um pulo por lá.

Marrapiz Mariana, o marrapaiz pro acrEano e a mesma coisa do uai pro mineiro. Legal que tenha gostado da crônica.
Elas são postadas em outro blog que mantenho (www.diariodeumacreano.zip.net).Dê uma passada lá! Tem outras impressões e expressõers sobre o Acre e o Brasil!
Beijos

Felipe

SIMEI DE ALMEIDA disse...

Mariana:

Permita-me uma apresentação, moro no Quinari e sou amigo do Jairo.
Sou paulista, porem AcrEano de coração, gosto desta terra e das pessoas que nela vive. O contato as pessoas de área rural muito me fascina (O Jairo sabe disso) e são meus temas favoritos de minhas escritas.

Gostei do post que o Jairo fez sua homenagem e não tenho nada que acrescentar no que ele escreveu, somente parabeniza-los.

Parabens pelo seu Blog.

Abs.

Simei